domingo, 25 de março de 2018

“MULHERES NA COMPETIÇÃO: VANESSA FERNANDES 17.ª NA NOVA ZELÂNDIA”

Prova da Taça do Mundo

Por: Lusa

Vanessa Fernandes foi esta noite 17.ª classificada na Taça do Mundo de New Plymouth, na Nova Zelândia, na distância sprint, com o tempo de 1:06.00 horas.

A vice-campeã olímpica em Pequim’2008 ficou a 2.39 minutos da vencedora, a norte-americana Kirsten Kasper. O pódio completou-se com a neozelandesa Nicole Van Der Kaay e a belga Claire Michel.

Fonte: Record on-line

“Mulheres na competição: Taça de Portugal Feminina”

Maria Martins sprinta para a vitória em Palmela

Fonte: José Carlos GOmes

Maria Martins (Sopela Women Team) venceu hoje ao sprint a segunda prova pontuável para a Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa, disputada em Palmela. Fiona Hunter-johnston (Fusion Velo Performance) subiu ao comando da geral.

Os 77,4 quilómetros da corrida de elite decidiram-se ao sprint. Maria Martins, sub-23 de primeiro ano, mostrou os dotes para provas em que a boa ponta final é determinante. A corredora ribatejana concluiu a corrida com 1h13m56s, o mesmo tempo da britânica Fiona Hunter-johnston. A terceira classificada foi outra ciclista da formação inglesa, Jennifer Holden, que gastou mais 2 segundos.

Ao fim de duas corridas disputadas, a Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa é dominada pelas ciclistas da Fusin Velon Performance. Fiona Hunter-jhonston está na dianteira, com 70 pontos, mais cinco do que Emily Meakin. A terceira é Maria Martins, a dez pontos da liderança.

As juniores completaram 62,6 quilómetros. Nádia Henrique (Matos Cheirinhos/Vila Galé/Etopi) foi a mais forte, cortando a meta isolada. A segunda foi Joana Pereira (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ), a 3m17s. No terceiro posto, a 3m28s, colocou-se Joana Vinagre (Bairrada), que segurou o primeiro lugar na Taça.

Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CDASJ), que partiu para a etapa de Palmela na frente da classificação de cadetes, reforçou a liderança com nova vitória em solitário. A algarvia completou os 46,8 quilómetros em 1h17m41s. A segunda classificada foi Beatriz Pereira (Bairrada), a 8m39s, e a terceira foi Rafaela Ramalho (Maiatos/Reabnorte), a 8m58s.

Nas duas categorias de masters impuseram-se Rita Reis (Mato Cheirinhos/Vila Galé/Etopi), em masters 30, e Ana Neves (Bike & Nutrition Shop), em masters 40. Rita Reis cimentou o comando na geral da Taça. Em masters 40 o primeiro lugar continua entregue Nathalie Duellmann (ADECT/Garrafeira Soares), terceira em Palmela.

Fonte: FPC

“MULHERES NA COMPETIOÇÃO: DANIELA REIS TERMINA NA 47.ª POSIÇÃO A GENT WEVELGEM”

Italiana Marta Bastianelli venceu a prova

Por: Lusa

A ciclista portuguesa Daniela Reis (Doltcini-Van Eyck Sport) terminou este domingo na 47.ª posição da clássica Gent Wevelgem, na zona das Flandres, na Bélgica, prova que foi ganha pela italiana Marta Bastianelli (Alé Cipollini).

A única ciclista portuguesa numa equipa do primeiro escalão mundial gastou mais 1.48 minutos do que Bastianelli, que demorou 3:41.00 horas para cumprir os 142,6 quilómetros.

A italiana superiorizou-se no sprint final, disputado por um grupo de 22 ciclistas, batendo a belga Jolien D'Hoore (Mitchelton-Scott) e a alemã Lisa Klein (Canyon SRAM Racing).

Fonte: Record on-line

sábado, 24 de março de 2018

“Mulheres na competição: Taça de Portugal Feminina/Emily Meakin vence em Albufeira”

Fonte: José Carlos Gomes

A equipa britânica Fusion Velo Performance dominou a primeira prova da Taça de Portugal Feminina Jogos Santa Casa, conseguindo as três primeiras posições na corrida de elite, disputada na manhã deste sábado, em Albufeira. Emily Meakin foi a mais forte.

Os 87 quilómetros da prova de elite assistiram ao domínio absoluto das corredoras britânicas, mas houve uma delas que foi claramente a mais forte. Emily Meakin cortou a meta ao fim de 2h14m10s, deixando duas colegas de equipa, Fiona Hunter-johnston e Jennifer Holden, a 2m36s. A melhor portuguesa, na quarta posição, a 3m37s, foi Soraia Silva (Sopela Women Team).

A corrida de juniores também teve uma vencedora isolada. Joana Vinagre concluiu os 70 quilómetros em 1h57m39s, menos 1m27s do que a rival mais direta, Joana Pereira (5Quinas/Município de Albufeira/CADSJ). A terceira classificada, a 7m23s, foi Mariana Almeida (Vito/Feirense/BlackJack).

Daniela Campos (5Quinas/Município de Albufeira/CADSJ) dominou hegemonicamente os 53 quilómetros da prova de cadetes, que terminou em 1h25m30s. No segundo lugar colocou-se Beatriz Pereira (Bairrada), a 4m00s, enquanto Rafaela Ramalho (Maiatos/Reabnorte) fechou o pódio, a 5m35s.

As masters também cumpriram 53 quilómetros, com Rita Reis (Mato Cheirinhos/Vila Galé/Etopi) a destacar-se da concorrência em master 30. Nathalie Duelmann (ADECT/Garrafeira Gomes) Foi a melhor master 40.

A equipa da casa, 5Quinas/Município de Albufeira/CADSJ, venceu coletivamente.

A segunda prova da Taça de Portugal Feminina corre-se já neste domingo, em Palmela, às 11h00.

Fonte: FPC

“MULHERES NA COMPETIÇÃO: MELANIE SANTOS SEGUNDA NA TAÇA DA EUROPA DE QUARTEIRA”

Vitória da suíça Julie Derron

Por: Ana Paula Marques

Melanie Santos (2:07:58) foi esta tarde segunda classificada em elites na Taça da Europa de Quarteira, discutindo o triunfo taco a taco com a suíça Julie Derron (2:07:56). O pódio ficou completo com a francesa Sandra Dodet (2:08:00).

Houve ainda mais uma portuguesa no top 15, Madalena Almeida em 14.º (2:10:27), sendo que Andreia Ferrum foi 19.ª (2:11:35), Helena Carvalho 20.ª (2:12:01), Liliana Alexandre 23.ª (2:15:48), Ana Ramos 28.ª (2:18:45) e Raquel Rocha 29.ª (2:18:48).

Fonte: Record on-line

segunda-feira, 19 de março de 2018

“Mulheres na Competição/As vencedoras femininas do Duatlo de Grândola”

O pódio feminino deste contrarrelógio

Foi Katarina Larsson, do Sporting Clube de Portugal, que venceu esta competição com o tempo de 01:03:49. «Gostei muito de participar nesta prova», conta-nos Katarina, que competiu pela primeira vez num duatlo  de contrarrelógio. «O feedback é positivo, dei o melhor na bicicleta que é o meu forte e acabou por correr muito bem, apesar ter caído no parque de transição porque travei a fundo. A queda não teve consequências, levantei-me logo e segui!» A atleta do Sporting mostrou-se duplamente satisfeita pelo seu desempenho, «até porque esta é a sua primeira prova desde que se lesionou».
«O piso estava seco, mesmo no empedrado, e gostei muito formato de prova, não sabia se estava em primeiro ou segundo, é extremamente desafiante», explica Katarina. De lembrar que a vencedora do Duatlo de Grândola, entre outros títulos nacionais, foi campeã da europa da distância sprint do seu grupo de idade em 2016 no campeonato da Europa em Lisboa e venceu o Triatlo Longo de Cascais no mesmo ano.
Na segunda posição ficou Liliana Veríssimo, do Núcleo do Sporting da Golegã, com o tempo de 01:03:51, a apenas 2’’ do primeiro lugar, seguindo-se de Pauline Vie, do Alhandra Sporting Club, que terminou a prova em 01:05:44.

 

domingo, 18 de março de 2018

“MULHERES NA COMPETIÇÂO/DANIELA REIS EM 26.º NO TROFÉU ALFREDO BINDA”

A prova foi ganha pela polaca Katarzyna Niewiadoma

Por: Lusa

A ciclista portuguesa Daniela Reis (Doltcini -- Van Eyck Sport) terminou este domingo o Troféu Alfredo Binda em 26.º lugar, numa prova ganha pela polaca Katarzyna Niewiadoma (Canyon SRAM Racing).

A polaca, de 24 anos, cumpriu os 131,3 quilómetros entre Taino e Cittiglio em 3:32.53 horas, à frente das holandesas Chantal Blaak (Boels-Dolmans Cycling Team), campeã do mundo, e Marianne Vos (Waowdeals Pro Cycling), que chegaram a 23 segundos da vencedora.

Daniela Reis correu a primeira prova WorldTour do ano e terminou a 59 segundos de Niewiadoma, no 26.º posto, com o mesmo tempo da chefe de fila da equipa, a belga Sofie de Vuyst, que terminou em 16.º.

Fonte: Record on-line