sábado, 28 de janeiro de 2017

“Curiosidades com as mulheres…”


Mulheres são quem mais frequentam os cursos de bicicleta da FPCUB

As mulheres, a maioria com mais de 40 anos, são a maior parte dos alunos dos cursos para aprender a andar de bicicleta ministrados em Lisboa e são “menos complicadas na atitude face à aprendizagem”.

A afirmação é do Presidente da Federação Portuguesa de Cicloturismo e Utilizadores de Bicicleta, José Manuel Caetano, que, desde 2008, já realizou em parceria com a autarquia de Lisboa, 20 cursos de condução de bicicleta em que se inscreveram 320 pessoas que não sabiam andar, com uma média de 42 anos de idade e maioritariamente mulheres.

“A nossa experiência diz-nos que as mulheres são menos complicadas na atitude face à aprendizagem, sendo que a duração do curso é de três aulas de quatro horas cada, 85 por cento ficam a equilibrar-se na bicicleta na primeira sessão”, disse em declarações à agência Lusa.
Os cursos da Federação servem para quem não sabe andar de bicicleta, mas também para “utilizadores que queiram melhorar a sua experiência na via pública”.

“Para os que não sabem andar de todo de bicicleta, os cursos funcionam em recintos fechados ao ar livre, começando com explicação teórica da bicicleta seguindo de caminhamento com a bicicleta pela mão, para se familiarizar com o veículo, passando depois a uma primeiro contacto em cima da bicicleta, sem pedalar, com o intuito de se equilibrar usando os pés no solo e finalmente a fase final em que o utilizador começa a usar a bicicleta integralmente”, explicou José Manuel Caetano.
Fonte: FPCUB

Sem comentários:

Enviar um comentário