terça-feira, 9 de fevereiro de 2016

“A bicicleta como símbolo da emancipação feminina ao logo dos tempos”


Texto: José Morais
Fotos: Arquivo Notícias do Pedal
Para quem pensa que a utilização da bicicleta por parte da mulher é recente, está muito enganado, a mesma já tem alguns séculos, apesar de depois ter havido uma menos utilização da mesma, e nos últimos anos, a mesma começou a ter mais expressão.
A transformação do vestuário feminino foi desencadeada pelo processo de modernização que transformou as cidades e a vida de seus habitantes. A urbanização dos centros urbanos foi simultânea ao surgimento de novos meios de transportes que transformaram os modos de vida e a cultura citadina nas metrópoles do século XIX.
A bicicleta desencadeou uma série de mudanças para a cultura feminina por ser um meio de transporte moderno e sem tradições vinculadas aos gêneros e papéis sociais. A prática do ciclismo trouxe mais uma importante emancipação, a mudança do vestuário feminino. Para que as mulheres pudessem pedalar seria necessário o uso de um vestuário simplificado e confortável. A primeira modificação iniciou-se pelo corpete, as adeptas do transporte trocaram o espartilho pelo Spencer (uma adaptação do casaco masculino para o vestuário feminino). Em seguida, abandonaram as anquinhas e adotaram as saias calças.
Nos anos entre 1882 e 1884 as ciclistas passaram a adotar uma nova roupa para praticar o desporto ou simplesmente transitar nos centros urbanos. As mulheres passaram a adotar uma calça mais curta denominada, nos Estados Unidos, de Bloomer e, na Inglaterra, de Knickerbockers.  A calça Bloomer foi Lançada em 1850 por Amelia Bloomer para dar liberdade de movimento às mulheres, sendo uma das reformas mais importantes na história do vestuário feminino, esta peça foi responsável por pensar a diferença entre gêneros presente na moda até o século XIX que legislava o uso de calças para homens e saias para mulheres.

Para Walter Benjamin a bicicleta foi um símbolo da emancipação feminina, a bicicleta propiciou não só a reforma do vestuário feminino como mudou definitivamente as atitudes sociais em relação às estas peças, o uso da roupa desportiva marca o momento da concepção do vestuário moderno. O uso da roupa bifurcada permitiu as mulheres liberdade em seus movimentos e deslocamentos no espaço público.
Hoje em dia é totalmente diferente, existe moda apelativa, e a mulher veste de maneira diferente, utilizando a bicicleta de outra forma, e aqui ficam alguns exemplos.

1 comentário:

  1. Muita boa iniciativa, parabéns continuem.
    Lurdes Silva

    ResponderEliminar